Ir ao Motel

Ir ao Motel
"Algumas formas de aceitação tem se desenvolvido em nossa cultura." —email: oswrod@inpasex.com.br

Ainda há tabu ou preconceito quando o assunto é ir ao motel? Se sim, por que? Existe muita pressão da sociedade? Isso é mais comum entre os homens ou entre as mulheres? O machismo ainda impera sobre este assunto?

No Brasil as pessoas tendem a dividir os estabelecimentos de hotelaria em hotéis e motéis, qualificando os últimos como locais onde se vai para fazer sexo. Esta qualificação é aprendida e ganhou este significado há várias décadas, configurando o hotel onde se entra com o carro como o lugar onde se vai fazer sexo.

Sexo ainda é uma atividade complicada para a maior parte das pessoas. Isto traz desconforto na situação em que se torne socialmente conhecida a situação quando uma pessoa vai fazer ou fez sexo. Para muitas pessoas, dar indícios públicos de sua vida privada é algo muito complicado, muito difícil de vivenciar, produzindo comportamentos de esquiva, de evitação. Assim, o motel, para estas pessoas, é um sinal de perigo e que deve ser evitado. Estas pessoas terão dificuldades em aceitar ir a um motel, pois significará que alguém mais saberá que ela faz ou fez sexo. Pode significar que esta pessoa tem problemas com sexo, mas pode significar apenas a necessidade de manter privacidade para uma atividade que é da vida privativa das pessoas em nossa cultura. Apenas que esta pessoa está se resguardando um pouco mais intensamente do que as outras à volta.

As regras sociais imperam nesta situação. Usar um motel para fazer sexo também significa, em nossa cultura, que as pessoas envolvidas não tem legitimidade para fazer o sexo ao qual estão se propondo. Não ter legitimidade implica não serem casadas, portanto não tem um local ondem moram juntas, não tem o reconhecimento social para a prática do sexo, em privacidade. Esta é a pressão social que recai nas pessoas que evitarão buscar um motel, ou mesmo um hotel para as atividades sexuais.

Da mesma forma agirão muitas pessoas que buscam um hotel para fazer sexo, justificando que se sentem melhor do que ir a um motel, apenas querendo que não se pense a respeito delas fazendo sexo, ilegal ou imoralmente. E serão estas pessoas que participarão da patrulha ideológica contras as outras que entram nos motéis de modo tranquilo para fazer sexo da maneira que desejam fazer.

– Com o passar do tempo este tabu tem diminuído? Por quê?

Ir a um motel nunca foi um tabu. Nunca houve uma proscrição do uso do motel com sanções capitais. Mas existe, sim, a busca de um controle social feito por muitas pessoas para que as outras cumpram as regras que se sobrepõe a todos.

Ao longo das décadas últimas tem havido maior tolerância para o uso dos motéis, com o reconhecimento de que pessoas não casadas devem se experimentar para mais tarde poderem assumir compromissos de relacionamento de longo prazo. Isto implica na aceitação de que muitos casais ainda em namoro indo a motéis para sexo apenas.

Alguns pais preferirão que os filhos estejam protegidos em motéis do que se arriscando nas ruas, em carros estacionados.

Algumas formas de aceitação tem se desenvolvido em nossa cultura.

– A tendência é que o cenário atual prossiga ou podemos esperar mudanças com relação ao comportamento das pessoas?

Os comportamentos sociais estão em constante mudança. Algumas épocas históricas promovem mais algumas áreas provocando mudanças mais importantes. Em outros momentos sociais outras áreas ganham importância…

Parece que as últimas décadas tem permitido maior discussão dos aspectos sexuais. Esta discussão social maior e mais abrangente produz maiores mudanças em curtos prazos. Estas modificações não implicam em melhorias, apenas mudanças de uma forma para outra, ensaiando estas formas.

A valorização das necessidades do individuo e a possibilidade de satisfação destas necessidades individuais em sobreposição a movimentos grupais tem facilitado uma tolerância maior das práticas sexuais, algo que não ocorria nas primeiras décadas dos século XX, por exemplo.

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com (*) são requeridos.

Cancelar resposta

Vídeos Recentes

VER + VÍDEOS